MÚSICA | Mike Shinoda chega aos 42 anos com sonoridade autoral e amadurecida

Siga e Compartilhe:

 

Nesse dia 11, Mike Shinoda ,que foi o criador do Linkin Park chega aos 42 anos com um álbum de superação ao luto e uma trajetória musical muito bonita.

Além do trabalho com o Linkin Park, Mike Shinoda trabalhou em um projeto paralelo com o grupo de Hip-Hop Fort Minor, juntos lançaram o álbum The Rising Tied em 2005. Foi o primeiro e único álbum do grupo.

Mike sempre dividiu os vocais com Chester, embora estivesse sempre presente não era de fato a voz dominante. Embora durante a carreira do LP tenha tido mais destaques em determinadas músicas, como In the end por exemplo, nunca foi de fato a voz maior da banda.

Após a morte de Chester Bennington em 20 de julho de 2017 era de se esperar que o Linkin Park acabasse, Mike não deixou claro o destino da banda, embora comentasse o desejo de seguir em frente ao lado dos parceiros de palco. Nesse meio tempo começou a trabalhar em seu primeiro trabalho solo intitulado Post Traumatic que foi lançado no dia 15 de Junho, quase um ano após a morte de Chester.  segundo Mike o álbum foi uma forma de superar o luto e encontrar alguma luz em meio a escuridão deixada após o suicídio de seu melhor amigo.

Todo o CD é inspirado por Chester e feito para Chester, é um trabalho muito intenso e bastante experimental, onde Mike refaz os sentimentos sofridos naquele processo. As letras são tristes e dolorosas, por retratarem os seus sentimentos. O álbum é excelente e merece muito mais destaque. Shinoda é dono de uma voz potente e muito confortável de ouvir.

Fora da música

Quando não está tocando ou cantando o Shinoda continua ocupado, fora dos palcos o artista é também produtor musical. Ele inclusive é co-fundador da produtora Machine Shop Records, uma gravadora da Califórnia. Mike é também designer gráfico e produziu algumas obras que estão disponíveis no Musel Nacional  Japonês Americano.

READ  FILMES | Nova sequência de Cloverfield contrata showrunner da série “The Batman”

É inegável que Mike Shinoda seja um artista completo que soube se reinventar em meio ao caos que sofreu. Em uma entrevista a rádio Alt 98.7 ele citou como uma referência o artista Dave Ghrol, que era baterista do nirvana e após a morte de Kurt Cobain se reergueu lançando o Foo fighters, uma das maiores bandas de rock da atualidade;

Se eu estou do outro lado dessa história e vejo alguém como, por exemplo, Dave Grohl após o Nirvana — ver ele seguir em frente, se erguer novamente e criar o Foo Fighters do nada. Esse é um momento onde você pensa, ‘isso é possível’, parece algo heróico.

O Post Traumatic está disponível no Spotify, junto com todos os álbuns do Linkin Park!

Table of Contents

Autor do Post:

Yara Lima

author

Uma das fundadoras da Tribernna, estudante de comunicação social, nordestina e periférica. Divide o tempo entre ler, dormir e escrever por ai!

    Rate article