STREAMING| O plano da Marvel no Disney+ pode prejudicar o MCU

Siga e Compartilhe:

Disney+ chega aos EUA já em 12 de novembro deste ano e seu catálogo contará com diversas séries limitadas originais da Marvel Studios, que serão tão integrados ao Universo Cinematográfico da Marvel (MCU) quanto os filmes lançados nos últimos 11 anos.

O chefe da Marvel Studios, Kevin Feige, disse que as séries afetarão diretamente os arcos da história dos filmes na Fase Quatro e depois dela e que os fãs precisarão assistir às produções exclusivas para a Disney+ se quiserem entender tudo nos futuros filmes.

Essa novidade mostra que o MCU pode se tornar ainda mais complexo, já que além dos 23 filmes existentes até Vingadores: Ultimato, os fãs terão que acompanhar as diversas novas produções para terem a compreensão completa desse universo cinematográfico, o que pode ser tanto benéfico em questão de audiência e arrecadação, quanto um problema na questão de prazos e qualidade de produção.

Outra questão é o acesso de todos ao conteúdo. Nem todos os fãs terão condições de manter a assinatura de mais um serviço de streaming e em alguns países a Disney+ só estará disponível no final de 2020, talvez em 2021.

Grandes planos também trazem grandes responsabilidades.

No Brasil, a Disney+ deve chegar no segundo semestre de 2020.

Autor do Post:

Jessica Rodrigues

https://instagram.com/jess.cah

engenheira florestal e ilustradora botânica que bebe mais café do que deveria e ainda tá aprendendo a viver no mundo pós Orkut.

    READ  CRÍTICA | Yumi’s Cells cria uma jornada pessoal de auto conhecimento identificável, tocante e divertida de assistir
    Rate article