“Escrevi isso para Você” e eu agradeço

Siga e Compartilhe:

Tá, eu sei que recentemente eu já fiz resenha de um livro de poesias – “Tudo Nela Brilha e Queima”, mas dessa vez é sobre poemas contemporâneos, ok? E alguns outros textos. É disso que se trata “Escrevi isso para Você”, do autor Iain S. Thomas.

A obra é principalmente composta de textos curtos, apenas alguns lembretes, bem no estilo nos quais podemos encontrar na internet. Então o livro é ruim? Muito pelo contrário. É composto de pequenos trechos e poemas belos, que falam sobre a vida, sobre as diferentes fases do amor.

Eu tenho a mania de sempre andar com, pelo menos, três marcadores de páginas. Isso porque eu gosto de marcar trechos os quais gostaria de ler novamente um dia. E estou agradecendo até agora por ter lido essa obra em casa, pois eu marquei um número muito grande de páginas. Os três marcadores não teriam dado conta.

Além das palavras escritas, cada texto acompanha uma fotografia, que não tem relação direta com o que está escrito. Mesmo assim, a combinação é certeira e produz um resultado que mantém o leitor completamente dentro das palavras.

“Escrevi isso para Você” vale a pena ser lido. E, para provar o meu ponto de vista, deixo abaixo um dos pequenos textos pelo qual me apaixonei – Obs: eu tenho dois preferidos, mas são maiores estou com preguiça de reproduzi-los. Terão que ler para descobrir. Eles se chamam “A verdade nasce em lugares inusitados” e “A Esquina de nós dois”.

“Os cantos da sua boca”

“E você perguntou por que sempre

esperavam que você sorrisse

READ  CRÍTICA | 4ª temporada de “Elite” recicla antigos personagens em uma trama já conhecida

nas fotografias. E eu disse que

é porque as pessoas esperavam

que, no futuro, houvesse ao

menos um motivo para sorrir”.

Autor do Post:

Henrique Schmidt

O louco dos livros, filmes, séries e animes. Talvez geek, talvez nerd, talvez preguiçoso, mas com certeza jornalista

Rate article