ESPECIAL HALLOWEEN | As bruxas mais lembradas dos anos 90

Siga e Compartilhe:

Nostalgia é algo maravilhoso, e as bruxas dos filmes e da TV dos anos 90 eram uma variedade intrigante. Algumas eram tradicionais, outras adaptadas à cultura atual e o resto era uma mistura dos dois. As bruxas que se destacaram eram lembradas por seu estilo icônico, proezas mágicas, afiliação com magia negra e suas personalidades perversas.

Neste especial Halloween, vamos listar as bruxas mais famosas dos anos 90

Aggie Cromwell – A Cidade do Halloween

Aggie (Debbie Reynolds) veio de uma longa linhagem de bruxas conhecidas em Halloweentown ( A Cidade do Halloween). Durante o 13º Dia das Bruxas de sua neta mais velha, Marnie, ela percebeu o interesse de sua neta por bruxaria e Halloween.

Aggie foi, sem saber, seguida de volta ao Halloweentown e finalmente percebeu que era errado rejeitar o desejo de sua filha por normalidade. as duas se reconciliaram e a família continuou o legado de Cromwell. Aggie era lembrada por sua natureza de avó e seu verdadeiro saco de truques e relíquias.

READ  FILMES | A franquia Velozes e Furiosos chegará ao fim

Elzora – Amores Divididos

Retratado pela memorável Diahann Carroll, em Amores Divididos, Elzora é uma bruxa vodu local que avisou a mãe de Eve, sobre um drama familiar iminente.

A natureza mística e o tom autoritário de Caroll fizeram dela uma força a ser reconhecida. Ela se envolveu no papel e foi um dos melhores aspectos do filme, por seus olhos penetrantes, maquiagem assombrosa e leituras precisas. A princípio, Carroll estava cética sobre o traje de sua personagem e sentiu que a peruca e a maquiagem significariam que ela não seria levada a sério. No entanto, depois de ser transformada em Elzora, ela percebeu que o conjunto funcionou.

A Bruxa de Blair

De acordo com a tradição, a bruxa de Blair ordenou que Rustin Parr sequestrasse várias crianças e as matasse em sua casa. Em 1994, três estudantes universitários viajaram para a floresta de Burkittsville, onde ficava a casa de Parr. Durante a viagem, coincidências peculiares ocorreram e resquícios das lendas começaram a se revelar diante de seus olhos.

Embora os espectadores nunca tenham dado uma olhada decente na Bruxa de Blair, foi a tradição aterrorizante por trás do personagem e os incidentes assustadores no filme que ficaram na mente do público.

Sally & Gillian Owens – Da Magia à Sedução

Em Da Magia à Sedução, Sally (Sandra Bullock) e Gillian (Nicole Kidman) são irmãs afetadas por uma longa maldição familiar que matou os homens  da família. Eles se ajudam, já que o marido de Sally acabou de morrer e ela estava criando dois filhos, enquanto Gilian estava presa em um relacionamento abusivo.

Desde a infância, Gillian foi hipnotizada por seus poderes mágicos enquanto Sally estava hesitante em usá-los. No clímax do filme, seu amor fraternal quebrou a maldição e Sally percebeu que ela poderia usar um pouco mais de magia em sua vida. A química de Bullock e Kidman, junto com sua poderosa irmandade, selou o destino desta dupla como uma das bruxas mais memoráveis dos anos 90.

READ  FILMES | “My Son”, novo filme de James McAvoy, ganha trailer

As Irmãs Sanderson – Abracadabra

Winifred (Bette Midler), Mary (Kathy Najimy) e Sarah (Sarah Jessica Parker) eram algumas das bruxas mais temidas em Salem, Massachusetts, em 1693. Antes de serem enforcadas, Winifred lançou uma maldição onde poderiam ser ressuscitadas durante um lua cheia na véspera do Halloween se uma virgem acendesse a Vela da Chama Negra. Séculos depois, a sorte estava do seu lado e as três bruxas ressuscitaram no final do século XX.

Os espectadores lembram-se com carinho das irmãs Sanderson por sua natureza tortuosa, e pela curiosidade genuína sobre a sociedade moderna. Os retratos carismáticos e divertidos de Midler, Najimy e Parker ajudaram a fazer de Abracadabra uma tradição anual para assistir durante a temporada de Halloween.

Sabrina Spellman – Sabrina, Aprendiz de Feiticeira

Sabrina (Melissa Joan Hart) era uma garota de 16 anos bem-intencionada, mas desajeitada, quando descobriu que era uma bruxa. Suas tias, Hilda (Caroline Rhea) e Zelda (Beth Broderick), serviram como suas guias e cuidadoras enquanto Salem, (Nick Bakay) seu “animal de estimação”, foi transformado em um gato depois de tentar alcançar o domínio do mundo.

A série era uma brincadeira leve que tratava do aprendizado de magia de Sabrina, mas seus feitiços geralmente não davam muito certo. Em 2018, uma adaptação dark intitulada “O Mundo Sombrio de Sabrina” foi lançada pela Netflix e se tornou uma das séries mais populares do serviço de streaming.

A Grande Bruxa – Convenção das Bruxas

A adaptação cinematográfica do romance de mesmo nome de Roald Dahl foi muito polêmica durante seu lançamento. Dahl não ficou impressionado com as mudanças que o filme fez, enquanto algumas audiências acharam que era assustador demais para crianças. No entanto, uma decisão que Dahl aprovou foi Angelica Huston sendo escalada como a Grande Bruxa .

READ  HQs | Panini republica “Guerra Civil II” através da coleção Nova Marvel Deluxe

Convenção das Bruxas, sendo menos sombrias do que o livro, manteve a caracterização má e sádica do personagem de Huston. Ela era uma mulher miserável que odiava os humanos (especialmente crianças).

Atualmente um Remake está sendo desenvolvido com a atriz Anne Hathaway no papel da Grande Bruxa

Irmãs Halliwell – Jovens Bruxas

Phoebe (Alyssa Milano), Prue (Shannon Doherty) e Piper (Holly Marie Combs), irmãs que descobriram que eram bruxas depois de encontrar o Livro das Sombras de sua família. As irmãs variavam em personalidade e habilidade mágica.

Phoebe era a mais jovem e tinha o poder da premonição, Prue era a mais velha e telecinética, e Piper era a irmã do meio que conseguia congelar objetos e pessoas com o tempo. O formato da série teve as irmãs enfrentando o vilão da semana, mas o principal antagonista foi demônio Belthazor.

Nancy Downs – Jovens Bruxas

Em Jovens Bruxas, Downs (Faizra Balk) era a líder de uma seita que incluía seus amigos e a nova garota Sarah.

À medida que seus poderes aumentavam, a sanidade e a empatia de Downs eram jogadas na privada, enquanto suas habilidades e apatia floresciam. O público se lembra de Downs por sua personificada aparência de garota gótica dos anos 90, sua personalidade descontrolada e a performance hipnotizante de Faizra Balk.

Willow Rosenberg – Buffy, a Caça-Vampiros

Willow Rosenberg (Alyson Hannigan) teve um dos mais tremendos crescimentos de personagem em Buffy, a Caçadora de Vampiros. Quando ela conheceu Buffy, Rosenberg era um gênio da informática tímida e impopular. Conforme a série progredia, ela se tornou mais segura de si mesma e começou a praticar magia.

Ela foi levada a uma estrada perigosa enquanto estudava magia, mas se encontrou novamente com a ajuda de amigos. Muitos telespectadores se relacionaram com Willow, já que ela era inicialmente a oprimida da série e acreditava que o desempenho simpático e autêntico de Hanngigan .

Autor do Post:

Gilcimar Santos

https://www.instagram.com/gilcimarlsantos

Estudante de Jornalismo, que adora escrever o que pensa. Consumidor assíduo de cultura pop e filmes de terror, com personalidade baseada na mistura de Fernando Pessoa e Edgar Allan Poe. Quero Café!

Rate article