FILMES | Nova sequência de Cloverfield contrata showrunner da série “The Batman”

Siga e Compartilhe:

Sim, vamos ter outra tentativa de reinventar o “cloververso” criado em 2008 por J.J. Abrams com o aclamado Cloverfield – Monstro, após o catastrófico The Cloverfield Paradox. E o negócio aparentemente começou bem: Joe Barton, o homem responsável por uma série spin-off do universo de Batman para a HBO MAX, está escrevendo o roteiro. Será que podemos criar esperanças?

Ainda sabemos muito pouco, então a resposta para a pergunta acima ainda é não. Ou sim, depende do seu nível de otimismo. Segundo informações colhidas no The Hollywood Reporter, o projeto será da Paramount Pictures em associação com a Bad Robot. O nosso amado nerd J.J. Abrams entra apenas como produtor. E já foi confirmado que o filme não seguirá pela linha found footage do original. 

Essa é uma franquia que realmente buscou identidades originais em cada capítulo, isso ninguém pode negar. Enquanto o primeiro filme segue a linha da “gravação amadora” encontrada após o ataque de um monstro gigantesco, indo pela linha do terror tradicional, o segundo longa buscou inspiração no terror psicológico, entregando performances incríveis num ambiente claustrofóbico e um suspense de roer as unhas com o Rua Cloverfield, 10.

O terceiro filme (O Paradoxo Cloverfield) a gente finge que não existe, mas ele pelo menos tentou inovar ao levar a história para o espaço sideral e fornecer uma justificativa até interessante para os acontecimentos dos dois primeiros filmes. Além disso, ainda buscou uma identidade única numa mistura de terror psicológico e ficção científica, o que é muito difícil de ser trabalhada. Apesar do péssimo desempenho, obtivemos respostas quase satisfatórias. 

A justificativa para filmes tão discrepantes em identidade numa mesma franquia refere-se ao fato de que estas histórias não foram escritas como continuações diretas do filme original. Elas foram escritas como filmes independentes e, só prontos, foram absorvidas pela franquia. Uma decisão perigosa e muito preguiçosa, digna da saga Hellraiser.

READ  CRÍTICA | “Cry Macho” traz um Clint Eastwood mais dramático em uma história sobre recomeços

Porém, o THR confirma que o novo capítulo será uma história criada para o universo dos monstros gigantes e será uma continuação direta do primeiro longa, o que permite aos fãs dos dois primeiros conceituados capítulos criarem um mínimo de expectativa.

Autor do Post:

Matã Marcílio

https://instagram.com/mat_marcilio/

Um pré-fisioterapeuta nordestino que, perdido no mar das incertezas, fez das palavras seu refúgio. Um pouquinho mais de duas décadas de leitura e sedentarismo causado pelo prazer de deitar em frente a um espelho negro e observar toda a glória do homo sapiens ao escapar da realidade terrivelmente entediante. “Jojo Betzler. Hoje, só faça o que puder.”

Rate article