SÉRIES | Gina Carano é demitida de The Mandalorian após post ofensivo nas redes sociais

Siga e Compartilhe:

Após comentários polêmicos em que comparava a situação política dos Estados Unidos com à perseguição e genocídio do povo judeu no holocausto, a Lucasfilm decidiu demitir Gina Carano, intérprete de Cara Dune na série The Mandalorian.

No comunicado, o estúdio diz: “Gina Carano não está atualmente empregada pela Lucasfilm e não há planos para ela no futuro. Ainda assim, suas postagens nas redes diminuindo as pessoas com base em suas identidades culturais e religiosas são abomináveis e inaceitáveis”.

Em suas postagens no Instagram, Carano compartilhou um post do Tik Tok que afirmava que o genocídio do povo judeu foi causado “não pelos nazistas, mas pelos vizinhos” e que “como a história é editada, a maioria das pessoas não percebe que para chegar ao ponto em que os nazistas conseguiam prender milhares de judeus, o governo fez com que seus próprios vizinhos os odiassem apenas por serem judeus. Como isso é diferente de odiar alguém apenas por suas visões políticas?”. A atriz apagou o post logo depois.

O post está relacionado com o que houve nos EUA, quando o ex-presidente Donald Trump incentivou uma invasão ao Capitólio, sede do poder legislativo dos EUA, após perder as eleições, numa tentativa frustrada de dar um golpe de estado. Gina Carano conhecida por ser apoiadora de Trump, se manifestou amplamente em apoio a ele durante as eleições presidenciais norte-americanas, o que gerou um enorme manifesto dos fãs da franquia Star Wars pedindo a demissão da atriz por seus posts polêmicos, inclusive contra o uso de máscaras como medida de proteção à Covid-19.

Antes do anúncio da demissão pela Lucasfilm, havia uma expectativa de que a atriz retornasse ao seu papel de Cara Dune em Rangers of the New Republic, outra série que se passa no universo de Star Wars, anunciada pela Disney.

Autor do Post:

Jessica Rodrigues

https://instagram.com/jess.cah

READ  CRÍTICA | ‘The Hating Game’, a leitura perfeita para um filme nem tanto assim

Darkzera do cerrado tocantinense, apaixonada por terror e romances boiolinhas, às vezes podcaster e, definitivamente, louca das plantas e dos gatos.

    Rate article