CRÍTICA | “Friends: The Reunion” um presente comovente, nostálgico que honra a memória da série

Siga e Compartilhe:

Após 17 anos da transmissão do último episódio e 27 anos do primeiro episódio, os fãs de Friends ganharam algo imensamente melhor que uma continuação, reboot ou revival. O que ganhamos após de tantos anos foi um encontro feito para celebrar o marco que foi a série.

Contando com todos os 6 protagonistas presentes e liderado pelo apresentador James Corden, “Friends: The Reunion” não só viajou pelo tempo, trazendo diversas cenas, cenários e figurinos nostálgicos, mas explicou a trajetória do programa, da escolha do elenco até o abraço final do último episódio. “Friends: The Reunion” é uma verdadeira cápsula do tempo feita especialmente para ser aberta agora.

Em 1h40m observamos a trajetória da série que durou 10 anos e entrou para a história da televisão mundial. Esse reencontro, que misturou elementos de documentário e talk show, evidência o impacto que o programa teve na época e tem até hoje em dia na vida dos espectadores.

A dinâmica entre os seis permanece impecável. É possível sentir que a química ainda existe, tanto nas cenas com leitura de roteiro quanto nas cenas onde eles só conversavam normalmente. Fica claro que se eles quisessem poderiam e conseguiriam recriar toda a atmosfera alimentada nos anos 90 e seria como se o tempo não tivesse passado. Ainda são friends.

Ainda assim, é válido comentar que Matt e Lisa (Joey e Phoebe respectivamente) roubam a cena com seu carisma que se assemelha muito aos personagens que deram vidas. A risada alta e contagiante de Lisa preenche a sala, enquanto Matt dita o clima do ambiente, trazendo comentários cômicos e certeiros e aliviando a tensão quando ela se instaura. 

Infelizmente é possível notar Matthew Perry (Chandler) deslocado dos demais. O ator ainda que tente não consegue trazer à tona a energia que nós observamos nos momentos flashbacks do especial. E isso dá ao fato de que durante a maior parte da série o ator estava passando por situações delicadas, que fizeram ele não se lembrar de muita coisa. No entanto é visível o amor, carinho e admiração que ele sente, não só pelos protagonistas, mas com algumas outras estrelas que acabam passando por ali, como a Maggie Wheeler (Janice). Se você espera que Perry traga o lado cômico de Chandler para esse especial, você se enganou um pouco, ele traz o seu lado cheio de gratidão.

READ  TUDUM 2021 | Netflix divulga novo teaser recheado de ação de “Alerta Vermelho”

Entre cenas originais da série, desfile de figurinos, participações especiais e depoimentos de grandes estrelas o que vai chamar mais sua atenção (provavelmente) vão ser os momentos de “histórias que (quase) ninguém sabia”. Como a vez que o Joey desloca o ombro no meio da gravação ou saber do fato de que Jennifer Aniston (Rachel) e David Schwimmer (Ross) eram apaixonados um pelo outro, mas que (de acordo com eles) não rolou nada na época. Nas palavras do quase-casal, eles simplesmente colocaram esse crush que sentiam um pelo outro em cena e deram vida a um casal memorável.

O especial também serviu para botar um ponto final em qualquer rumor de continuação da série, e os motivos são plausíveis. Esse documentário foi a forma perfeita para colocar o ponto final na produção (de forma criativa) e registrar como o fim em 2004 não foi o ponto final na vida de ninguém, nem mesmo na deles. Friends é um marco cultural, pessoal e eterno. 

 

Ao fim, “Friends: The Reunion” mostrou ser uma grande surpresa e um emocionante presente aos fãs, melhor que qualquer episódio ou filme que desse continuação ao “The Last One“. Se você for fã definitivamente vai derramar algumas lágrimas, e caso você não seja fã vai desejar ser. 

Nota: 5/5

Autor do Post:

Ludmilla Maia

administrator

25 anos. Criadora e uma das fundadoras da Tribernna, escrevo pra internet desde 2016. Amo podcast como amo cultura asiática e heróis. Nas horas vagas, concurseira e bacharel em direito.

Um dia eu te conto o que significa o nome “Tribernna”.

READ  CRÍTICA | “Surto” traz uma atuação deslumbrante em uma produção que nos remete a “Um Dia de Fúria”

    Continue Reading

    Previous: SÉRIES | Netflix divulga retorno de grande vilão de Karate Kid em Cobra Kai
    Rate article