CRÍTICA | “Me Tira Daqui” a sitcom coreana que vai fazer você se divertir

Siga e Compartilhe:

Na última sexta (18) estreou na Netflix a sitcom “Me Tira Daqui” (em inglês: So Not Worth It) com 12 episódios de meia hora cada. 

O k-drama já se destaca de antemão por ter em seu elenco diversos atores e atriz com etnias diferentes. De nomes conhecidos no K-POP como Minnie do (G)I-dle e Choi Youngjae do GOT7, o dorama também conta no elenco com  o modelo coreano Han Hyunmin e os atores Park Se-wan, Shin Hyeon-seung, Joakim Sorensen e Carson Allen.

Me Tira Daqui” é realmente uma sitcom, com direito até risadas de fundos em momentos estratégicos (as vezes nem tão estratégicos assim, e acaba por perder um pouco a graça). Apesar dela se apoiar em alguns dramas e mistérios, esse não é o foco nem o forte dela. Em todos os seus 12 episódios nós absorvemos do humor em atividades do cotidiano de um grupo de universitários que moram no mesmo dormitório.

Os episódios também são no formato sitcom, a ideia central é uma história por episódio, ainda que tenha uma conexão com os anteriores e promova uma continuidade no desenvolvimento de seus personagens a sua história central do episódio começa e por muitas vezes se encerra ali mesmo.

O que faz dela ser um diferencial e se destacar é o proveito que ela tira em explorar a diversidade do seu elenco, ainda que todos falem o mesmo idioma. Isso quer dizer que há um certo conflito de culturas entre eles, até mesmo a forma como eles falam o idioma. Por exemplo, há uma personagem que conviveu com uma mulher idosa assim que chegou na Coréia, então seu vocabulário tem diversas palavras consideradas “antigas” ou “bregas” no idioma coreano. 

READ  SÉRIES | Prime Video lança trailer de A Roda do Tempo com experiência 360°

Além disso, nós vemos a Coréia através dos olhos de turistas. Então, há cenas onde é mostrada a vida noturna da cidade, locais populares e a forma como os cidadãos estão simplesmente curtindo a vida noturna. Também tá o lado negativo na cidade, como na vez em que o aluno cai num golpe. 

E vale ressaltar, tudo isso mostrado através de um humor excelente. 

Caso você não esteja acostumado como os coreanos trabalham com esse gênero, pode ser que crie uma aversão no começo a história, porque é realmente diferente do que os ocidentais produzem em suas sitcoms. Todavia, isso acaba sumindo gradativamente com o passar dos episódios, tendo em vista que a maioria é tão carismática que acaba por gerar uma grande identificação e ligação com a audiência.

Outro grande acerto da Netflix foi o investimento no elenco de dublagem. Como já mostrou anteriormente, em outros lançamentos coreanos, aqui não é diferente, a dublagem é excelente! 

Aos dorameiros que gostam de referências a cultura coreana, esta sitcom é um prato cheio. Como uma ferramenta muito inteligente, o k-drama aposta em explorar citações a cultura pop coreana em seu enredo. Então, espere ver menções a músicas de K-POP e até mesmo menções ou recriações de cenas populares de doramas.

Me Tira Daqui” não é um k-drama, ou série, para ser levada a sério, ela promete isso logo nos trailers e entrega isso. Ela é totalmente despretensiosa e descontraída, não tem a intenção de se aprofundar muito em seus personagens e histórias individuais, mas consegue ser certeira ao criar um grupo de amigos tão diverso (em suas personalidades também) que simplesmente se conecta com o público.

Nota: 4/5

Autor do Post:

Ludmilla Maia

administrator

25 anos. Criadora e uma das fundadoras da Tribernna, escrevo pra internet desde 2016. Amo podcast como amo cultura asiática e heróis. Nas horas vagas, concurseira e bacharel em direito.

Um dia eu te conto o que significa o nome “Tribernna”.

    Continue Reading

    Previous: FILMES | Animação “SCOOBY!” irá ganhar uma sequência
    Rate article