CRÍTICA | Mestres do Universo: Salvando Eternia – Parte 1, nostalgia e atualização na medida perfeita

CR'ITICA | Mestres do Universo: Salvando Eternia - Parte 1, nostalgia e atualizac~ao na medida perfeita photo 0 3T INDICA
Siga e Compartilhe:

Mestres do Universo: Salvando Eternia não é um reboot ou remake, é a continuação direta do desenho clássico protagonizado pelo He-man/Adan nos anos 80, dito isto, não espere protagonismo forçado do príncipe de Eternia, a proposta é exatamente explorar os Mestres do Universo.

A trama começa com um confronto aparentemente corriqueiro entre o Esqueleto e o He-man, porém o final da batalha revela uma surpresa que indicará o rumo da animação, sem muitos detalhes, para evitar spoilers.

Logo no inicio percebemos que  foco não é o He-man, e sim Teela, ela se torna a protagonista da aventura, pelo menos nessa primeira parte. É interessante o caminho que ela percorre, driblando a clichê jornada do herói. O roteiro de Kevin Smith explora segredos, fanatismo religioso e até alianças inimagináveis, é muito bom ver que o enredo não tem medo de arriscar (mas nem sempre acerta).

Muitos vão estranhar o protagonismo da Teela, mas os episódios são tão fluídos, que tudo se encaixa perfeitamente, mas vale lembrar que a animação é atual, ano de 2021 e não 1983, então, se você é do tipo de pessoas que tem dificuldades de aceitar que estamos evoluindo, talvez esse desenho não seja para você.

Quanto a parte técnica, ela é perfeita, a animação é fluída, fotografia colorida, assim como era na série dos anos 80, a mistura de 2D com 3D acentua os detalhes e a trilha sonora impecável!

O ponto fraco é a solução final no ultimo episódio, tudo muito corrido, abriu um leque enorme de personagens novos, mas explorou pouco, ficamos com a sensação de querer mais, o que salvou de ser um desastre total, foi o cliffhanger para a próxima parte ou próxima temporada.

Resumindo, Mestres do Universo: Salvando Eternia é uma animação divertida e essencial para qualquer fã do He-man que não esteja preso com ideais antiquados e retrógrados.

READ  FILMES | Tom Cruise fala sobre como decidiu iniciar Top Gun: Maverick, que estreia no dia 26

A primeira parte de Mestres do Universo: Salvando Eternia está disponível na Netflix, veja o trailer:

Nota: 4,8/5

Autor do Post:

Gilcimar Santos

administrator

Estudante de Jornalismo, que adora escrever o que pensa. Consumidor assíduo de cultura pop e filmes de terror, com personalidade baseada na mistura de Fernando Pessoa e Edgar Allan Poe. Quero Café!

    Continue Reading

    Previous: CRÍTICA | “Palavras que Borbulham como Refrigerante” é reconfortante e acolhedor
    Rate article