PRIMEIRAS IMPRESSÕES | Primeiro episódio de “What If…?” é nostálgico e surpreendente

PRIMEIRAS IMPRESS~OES | Primeiro epis'odio de What If? 'e nost'algico e surpreendente image 0 3T INDICA
Siga e Compartilhe:

O ano de 2021 está sendo extremamente generoso com os fãs da Marvel, após WandaVision, Falcão e O Soldado Invernal e Loki, a Casa das Ideias lançou mais uma série que expande o universo de formas inimagináveis, mas dessa vez em forma de animação.

What If…?“ estreou nesta quarta (11) no Disney+ nos levando (novamente) para o começo do MCU, só que dessa vez com uma singela (nem tanto) diferença. A agente Carter que será a pessoa responsável por usar o soro de super soldado e não o Steve Rogers, o Capitão América da linha temporal principal. 

Começando do começo; a introdução da história é realmente surpreendente. Quem narra é o Vigia, uma raça que é responsável por observar e registrar os eventos que ocorrem no universo, sem jamais interferir, mais conhecidos pelo fandom como os “maria fifi” ou “fofoqueiras”. Piadas à parte, a parte introdutória é narrada por um desses seres, e também se conclui com ele, o que contribui para a criação e a imersão de um universo distinto ao que já conhecemos, fazendo essa distinção logo no inicio.

Durante os 30 minutos do primeiro episódio, “What If…?” bebe da nostalgia ao nos transportar a história de origem do primeiro vingador. Ainda que agora temos uma heroína, e sua origem seja diferente a de Rogers, toda mecânica na criação da trajetória inicial se assemelha a que vimos em 2011, inclusive os fãs mais atentos poderão notar até mesmo alguns comentários que remetem a linha temporal principal. Isso não é algo necessariamente ruim, até porque é um terreno seguro para Marvel e faz com que os fãs aceitem com mais facilidade o novo cenário. É claro que muita coisa muda, como algumas motivações da nova Capitã, como a sua pausa de 70 anos se dá e também pontos que somente uma heroína poderia abordar, como provar constantemente seu valor.

READ  K-NEWS | “Solteiros, Ilhados e Desesperados” ganhará segunda temporada

Um dos destaques do episódio, além da própria Capitã em si que foi simplesmente espetacular, foi o pai do nosso querido Homem de Ferro, Howard Stark. Aqui ele se faz presente a todo momento, desde da criação da Capitã Carter até o seu “sumiço”.  A semelhança realmente é uma herança passada de pai para filho, já que o pai Stark carrega várias características que os fãs do Tony amam, como seu humor sarcástico, falas pontuais e sua ousadia combinada com sua inteligência a frente de seu tempo. O grande questionamento que o personagem deixa é como a criação do “Esmaga Hydra” vai influenciar no futuro Homem de Ferro, além da falta de um Soldado Invernal.

A série é a porta de entrada para um universo mais abrangente e diverso da Marvel, podendo até unir alguns heróis que não foram introduzidos ao MCU, como os Defensores, X-Men ou Quarteto Fantástico… não custa sonhar né? Potencial e possibilidades o primeiro episódio já evidenciou ter, basta torcemos que isso faça parte dos planos de Kevin Feige.

What If…?” começou com pé direito, é divertido, emocionante, nostálgico e cria um novo parâmetro para as futuras animações da Marvel, se desvencilhando das anteriores que não ganham seu devido destaque já que suas histórias e também o estilo dos traços escolhidos não suprem as expectativas geradas pelos fãs (com exceção as séries animadas clássicas). 

Autor do Post:

Ludmilla Maia

administrator

25 anos. Criadora e uma das fundadoras da Tribernna, escrevo pra internet desde 2016. Amo podcast como amo cultura asiática e heróis. Nas horas vagas, concurseira e bacharel em direito.

READ  SÉRIES | Wentworth Miller não retornará para a sexta temporada de Prison Break

Um dia eu te conto o que significa o nome “Tribernna”.

    Continue Reading

    Previous: SÉRIES | Temporada final de “Lúcifer” ganha trailer com apocalipse
    Rate article