CRÍTICA | “Apresentando os Ricardos” é um ótimo filme de atores, e talvez tenha sido um pouco esnobado

CR'ITICA | Apresentando os Ricardos 'e um 'otimo filme de atores, e talvez tenha sido um pouco esnobado image 0 3T INDICA
Siga e Compartilhe:

Uma das séries mais influentes da televisão norte-americana – quem sabe até a mundial – é I Love Lucy. Uma das criadoras do gênero sitcom, a série foi um dos maiores sucessos do mundo, recebendo inúmeros Emmys e chegando a alcançar a marca de mais de 70% dos televisores do país sintonizados com o programa. O diretor Aaron Sorkin, conhecido também por dirigir Os 7 de Chicago e roteirizar A Rede Social, decidiu reviver a chama da série no filme Meeting the Ricardos, traduzido para Apresentando os Ricardos, uma produção original da Amazon Studios e disponível no Amazon Prime.

Com um elenco composto por alguns dos atores mais talentosos de Hollywood como Javier Bardem, Nicole Kidman e J. K. Simmons, Apresentando os Ricardos concentra todas as suas energias em entregar atuações impecáveis e reviver Lucille Ball e Desi Arnaz como as grandes estrelas da televisão estadunidense.

Toda o enredo do longa se desenvolve em uma semana, a semana mais estressante da vida dos dois protagonistas. Primeiramente, uma revista de fofoca revela a história de que Desi estaria em um Iate com amigos traindo a esposa. Ao mesmo tempo, um jornal descobre que Lucille Ball foi afiliada ao partido comunista, lembrando que o filme se passa no período de “Caça às bruxas” que ocorreu durante a guerra fria, em que atores, atrizes, diretores e roteiristas que possuíam algum tipo de identidade com ideias comunistas foram colocados em uma lista negra, impedindo-os de trabalhar. Para fechar a semana, Lucille está grávida, e deve fazer com que os chefões da televisão aprovem um enredo em que a personagem da série engravida de verdade.

Se esse pequeno resumo da obra faz você se sentir cansado, é exatamente o que Sorkin desejou fazer. Durante as duas horas que o filme se desenvolve, Apresentando os Ricardos tentará fazer com que você entre no mundo de Desi e Lucille, e entenda de maneira semi-documental como essa semana se desenvolveu. Infelizmente, talvez sejam muitos pontos a serem trabalhados em um filme que não é longo o suficiente para abordar todas as temáticas.

READ  LIVROS | Cantora Day fará sessão de autógrafos de seu livro em São Paulo

Para quem assistiu Os 7 de Chicago, Apresentando os Ricardos tem um tom levemente parecido, porém que acaba não sendo tão interessante para o enredo que Aaron Sorkin está tentando contar. Embora existam viagens no tempo para mostrar o passado de Desi e Lucille, em nenhum momento elas são essenciais para entender a história, sendo muito mais importantes para criar os personagens e dar mais trabalho e tempo de tela para as atuações impecáveis de Javier Bardem e Nicole Kidman. 

O roteiro se perde durante alguns momentos, e teria sido ideal eliminar pelo menos uma das tramas, sendo a menos interessante a história da gravidez. Embora ocupe muito tempo de tela, essa é uma trama que infelizmente acaba não tendo desenvolvimentos satisfatórios. A briga entre a emissora televisiva, a atriz e o produtor fica em segundo plano e acaba ficando de lado em peso quando comparadas as duas tramas.

A trama política é sim interessante, mas é importante pensar que o filme poderia ter escolhido entre um documentário mais completo ou encenações do que ocorreu. O meio termo que Sorkin utiliza durante o longa não é bem utilizado e deixa a história quebrada. As entrevistas nunca chegam a ser tão interessantes quanto poderiam ser, talvez pelo fato de que o diretor escolheu abordar os temas da trama do passado (Desi e Luci se conhecendo) ao invés de abordar os eventos do presente (a investigação e a traição).

Partindo para a melhor parte do filme, Apresentando os Ricardos recebeu três indicações: Nicole Kidman como Melhor Atriz, Javier Bardem como Melhor Ator e J. K. Simmons como Melhor Ator Coadjuvante. 

Nicole Kidman é uma atriz gigantescas, que já estrelou alguns filmes incríveis como De Olhos Bem Fechados, Os Outros, O Escândalo e já tendo ganhado uma estatueta em 2003 pelo filme As Horas. Em Apresentando os Ricardos, Kidman mostra uma ótima performance, revivendo os trejeitos conhecidos por quem já assistiu I Love Lucy ou quem já viu entrevistas da verdadeira Lucille Ball. 

READ  FILMES | Andrew Garfield e Tobey Maguire estão em negociações para voltar em Homem-Aranha 3

Javier Bardem também não é um estranho ao Oscar, tendo levado a estatueta de melhor ator coadjuvante para casa em 2008 interpretando Anton Chigurh em Onde os Fracos Não tem Vez. No longa de Aaron Sorkin, o ator consegue entregar todo o carisma de Desi Arnaz, aumentando ainda mais a vontade de que tudo dê certo para o casal.

Por último, mas não menos importante, J. K. Simmons está concorrendo para Melhor Ator Coadjuvante, e que caso seja vitorioso, terá uma segunda estatueta. Simmons ganhou o prêmio em 2015 pelo filme Whiplash: Em Busca da Perfeição. Na história de Apresentando os Ricardos, J. K. Simmons interpreta William Frawley, que por sua vez interpretava um papel de apoio na série I Love Lucy. Embora seja uma interpretação linda, o ator concorre contra grandes apostas, como Ciarán Hinds (Belfast), Kodi Smith-McPhee (Ataque dos Cães) e Troy Kotsur (No Ritmo do Coração).

Mesmo com esses problemas de identidade, o filme é sim um ótimo longa que entretém bastante nesse Oscar recheado de filmes menos bombásticos e que se focam em contar histórias de maneiras singulares e não-explosivas. Para mim, Apresentando os Ricardos poderia facilmente entrar no lugar de Não Olhe Para Cima, embora existiam alguns outros candidatos para essa vaga. É o meu favorito para ator e atriz principais, embora não acredite que serão os filmes premiados no evento.  

Nota: 3.5/5

Avalie a produção!

Autor do Post:

Manoel Cunha

administrator

Gamer, cinéfilo, leitor e as vezes faço algo mais da vida. Estudante de jornalismo, fã de podcasts. Gamertag: manoelcdq.

READ  GAMES | E3 Awards premia Forza Horizon 5, The Legend of Zelda e outros como os mais aguardados do evento

    Continue Reading

    Previous: CRÍTICA | “A Felicidade das Pequenas Coisas” é bonito, mas não impressiona
    Next: OSCAR 2022 | Confira quem são os ganhadores da 94ª edição da premiação
    Rate article